DIÁRIO DE GUERRA DE PINA DE MORAIS

Publicado em Notícias
Ler 1013 vezes

pina moraisJoão Pina de Morais (Valdigem, Lamego, 1889 – Foz do Douro, 1953) é um dos maiores escritores durienses, infelizmente pouco lembrado nos dias que correm, não obstante o seu livro de contos Sangue plebeu (1942) ser uma verdadeira obra-prima.
Militar de carreira, integrou como jovem oficial do Regimento de Infantaria 13 o Corpo Expedicionário Português, que se bateu na Flandres, na I Grande Guerra. Dessa experiência resultou a redacção de um diário, em que vai aludindo ao que acontece nas trincheiras, mas que é simultaneamente uma ininterrupta declaração de amor à sua futura esposa, Lídia Monteiro (irmã do escritor Domingos Monteiro).
Coube a João Luís Sequeira Rodrigues a tarefa de editar, com a chancela da Âncora Editora e sob o título de A quem encontrar este livro..., este documento que nos mostra, ainda mais do que os seus contos, a face humana do escritor.
João Luís Sequeira Rodrigues, actual director do Espaço Miguel Torga, em S. Martinho de Anta, tem dedicado uma desvelada atenção à figura e obra de Pina de Morais, traduzida em obras como João Pina de Morais: Vida, pensamento e obra; Pina de Morais – Crónicas no Jornal de Notícias; e Viajar com... Pina de Morais.

Classifique este item
(0 votos)