Eurico Figueiredo, contista

Publicado em Notícias
Ler 3617 vezes

Eurico Figueiredo, o conhecido professor de Psiquiatria, estreia-se na ficção com o livro Guerrilheiro sentimental. Estórias de exílio, uma colectânea de contos girando em torno do tema do exílio, da emigração, da oposição ao regime fascista, do sub-mundo das prisões e da polícia política.
O livro foi já apresentado em Lisboa, na Fábrica do Braço de Prata, em 21 de Junho, e em Vila Real, no Auditório da Biblioteca Municipal Dr. Júlio Teixeira, no dia 25 de Junho, numa sessão organizada pela editora Campo das Letras, que publicou a obra. Em Vila Real, apresentaram a obra o escritor A. M. Pires Cabral e o sociólogo António Barreto.
A 30 de Junho, foi também apresentado no Porto, na Biblioteca da Fundação de Serralves.
Eurico Figueiredo é filho do médico-escritor vila-realense Otílio Figueiredo, falecido em 1988, com vasta obra publicada.

Classifique este item
(0 votos)